domingo, 24 de junho de 2012

E o IRS que não chega cá a casa ...

Pois é... já fui duas vezes às Finanças para resolver as divergências que dizem que existem, por erro na informação do Modelo 10 entregue pela empresa onde trabalho, divergências que não têm nada a ver com a minha declaração de IRS, mas contudo isso, estão a pedir-me diversos justificativos para esclarecimento da situação (penso que é só para atrasar no pagamento) agora pedem-me os recibos de ordenado do ano de 2011 (todos)... quero ver o que me vão pedir a seguir!...


Esta é uma altura em que as nossas finanças estão a ser esticadas mesmo até ao limite... não há Subsidio de Férias do boss cá de casa, não sei quando vamos receber o IRS... só com o meu Subsidio de Férias não chega para termos férias como temos tido há já vários anos... está a ser muito complicado, estamos mesmo a perder qualidade de vida.

Depois de controlar o nosso orçamento doméstico, verifiquei que este ano o nosso corte tem que ser mesmo nas "férias no Algarve" custa mesmo muito, porque era a minha promessa de qualidade de vida, manter as férias no Algarve (11 dias) num apartamento com piscina e com vista para o mar, e  que pudesse levar o meu canito.

Hoje eu estou em casa porque o boss (cá de casa) está a trabalhar... e é esta a minha vida, hoje estou eu em casa e amanhã está ele de folga, estamos sempre desencontrados, por isso é que me custa tanto ter que cortar nas férias:(

Assim as nossas férias terão que ser passadas em casa e ir até às praias dos arredores. Podia ser pior, não podia?

Quem mais tem que cortar nas férias?

Desejo, a quem puder, um optimo domingo de praia!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Organizar as Contas #1

Para me organizar com os pagamentos mensais, utilizo duas pastas:

1ª Pasta - Contas a Pagar
É onde guardo todos os documentos para pagar:
Ex.: Renda, Agua, Luz, Gás, Zon e Cartões de Crédito, etc.
Disponho-os por data de pagamento, para me lembrar agendo no telemóvel, nas horas que tenho mais livres, com alguns dias de antecedência, assim não corro o risco de me esquecer.
Em altura de férias, agendo os pagamentos por Net, no principio de cada mês.

2ª Pasta  - Contas Pagas (pasta de fallow-up)
Para começar etiquetei as divisórias de acordo com os meses do ano, e assim que faço os pagamentos, guardo no respectivo mês as facturas/Recibos e respectivos comprovativos dos pagamentos, quer sejam débitos directos ou pagamentos por Net.

Este é para mim o modo mais pratico para me organizar, mas como ando sempre à procura de novas ideias, gostava de conhecer outros métodos...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Estou a aprender a gostar de ter dinheiro…

... porque quando temos dinheiro guardado, temos uma vida mais tranquila, mais amparada.
Precisamos de ter dinheiro guardado, para qualquer imprevisto que nos apareça como: doença, carro, casa, desemprego etc….
Claro que com a crise que temos é cada vez mais difícil guardar algum dinheiro. Mas não podemos esperar que nos sobre, temos que retirar um valor (por pouco que seja) assim que recebemos o nosso ordenado, e só o utilizar para uma emergência.
Há uns anos atrás (poucos) fiz um depósito a prazo em que posso acrescentar  um valor superior a 30,00 € por mês, e assim todos os meses deposito 50 € naquela conta.
E como os imprevistos aparecem quando menos esperamos,  foi muito, muito bom não ter que recorrer a cartão de crédito. No mês passado surgiu um imprevisto em que tive que levantar cerca de 85% do valor desse depósito a prazo, o valor que ficou foi mesmo só para poder continuar com aquele depósito, não pelos juros que se recebe (são mínimos)mas  para guardar aquele valor todos os meses.
Por isso vou continuar a poupar e a guardar sempre uns “grãozinhos” porque “de grão a grão enche a galinha o papo”